Header Ads

Com defeitos e buracos, BR-364 oferece perigo aos morotistas

COMPARTILHAR NOTÍCIA
Com defeitos e buracos, BR-364 oferece perigo aos morotistas

A colheita de grãos da safra deste ano está começando, os buracos e perigos na BR 364 naturalmente começam a surgir em vários locais com o asfalto se esfarelando para colocar em risco não só as cargas, mas assim como os veículos de menor porte e passageiros que trafegam pela principal estrada do estado de Rondônia que interliga Sul e Norte. Todos os anos, os buracos e crateras nesta BR são responsáveis por dezenas de acidentes que causam prejuízos e ceifam vidas.

Nos desvios na entrada e saída de Itapuã do Oeste para diminuir, o asfalto ali praticamente desapareceu no leito da estrada com caminhões, ônibus e outros veículos fazendo ziguezague para não estourar pneus. À noite então, o perigo é redobrado aos motoristas que não conhecem a região. Entre os municípios de Ariquemes e Ji-Paraná no trecho compreendido pelos municípios de Jaru e Ouro Preto do Oeste, já existem muitos buracos na pista assustando os condutores de veículos.

Na chegada da cidade de Vilhena em um pequeno trecho de pouco mais de 1 quilômetro na BR-364, ali os buracos assustam de fato e pelo visto com o início da colheita de soja na região e não tem outra estrada para escoar a produção a tendência é que a buraqueira aumente. À noite com as chuvas comuns neste período do ano, os perigos aumentam.

Fonte:Diário da Amazônia