Header Ads

Helicóptero que levava noiva ao casamento cai na Grande São Paulo

COMPARTILHAR NOTÍCIA
acidete
Reprodução Corpo de Bombeiros - Guto Jornal Agora é Sério
Um helicóptero caiu numa região de mata fechada perto da estrada da Barrinha, em São Lourenço da Serra, na Grande São Paulo, por volta das 16h deste domingo (4). A aeronave, modelo Robinson R-44, seguia para a cerimônia de casamento a 2 km do local da queda. Morreram a noiva, o irmão dela, a fotógrafa — que estava grávida — e o piloto.

O casamento estava marcado para as 16h. A festa seria realizada no Sítio Recanto Beija-Flor, na mesma cidade, para cerca de 300 convidados, segundo o jornal O Estado de S. Paulo. A noiva já estava com o vestido e faria uma surpresa a todos chegando de helicóptero.

Informações preliminares apontam que a noiva morava em Taboão da Serra e se estava com o noivo havia um ano. Os dois tinham aproximadamente 30 anos. A fotógrafa que também morreu na tragédia estava grávida de seis meses.

As quatro vítimas morreram no local, informou o Corpo de Bombeiros. A corporação foi acionada às 16h36 e enviou oito viaturas. O helicóptero Águia-3, do Grupamento Aéreo da Polícia Militar, chegou a levantar voo, mas precisou retornar porque não havia visibilidade devido à neblina e chuva na região do acidente.

A FAB (Força Aérea Brasileira) informou que o helicóptero modelo Robinson R-44, da fabricante Robinson Helicopter, matrícula: PRTUN, partiu do Heliporto/Terminal Petrobrás de Guarulhos. De acordo com o tenente Gonçalves, ainda não há confirmação do horário da decolagem, nem da origem ou do destino do voo. A equipe SERIPA 4 (Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos) foi encaminhada para o local e apura as causas da queda.

Fonte: Cissa Moreira, da Agência Record / R7.com