Publicidade
Publicidade
Publicidade 350x190
Publicidade 350x190

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Com medo do vírus da zika, ginastas chinesas cercam camas com telas

Compartilhar Notícia no Twitter e Facebook

Chinesas da ginástica artística se protegem contra vírus da zika  (Foto: Reprodução/ Facebook)
Camas são protegias com telas para evitar aproximação dos mosquitos (Foto: Reprodução/ Facebook)

A equipe feminina de ginástica artística da China mostrou que a preocupação no Rio de Janeiro vai além de um bom desempenho e a conquista de uma medalha. Com medo do vírus da zika, as atletas encontraram uma alternativa para diminuir o risco de contrair a doença e trataram de mostrar através de uma rede social.

Instaladas na Vila Olímpica, as ginastas colocaram uma tela de proteção em cada cama, evitando que qualquer mosquito se aproxime. Além disso, as chinesas se protegem com repelentes. Tudo isso para evitar que qualquer picada atrapalhe a participação de uma delas nas provas da ginástica artística, que acontecerão entre os dias 7 e 16 de agosto.

Um surto da doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti causou numerosos casos de microcefalia em recém-nascidos no Brasil, se espalhou pela América Latina e pelo Caribe, causando pânico e levando alguns atletas a cogitarem a possibilidade de não virem aos Jogos do Rio. Alguns foram além e citaram a zika como motivo para terem desistido da Olimpíada.

A equipe chinesa feminina de ginástica artística é formada por Yilin Fan, Yi Mao, Chunsong Shang, Jiaxin Tan e Yan Wang.

Chinesas da ginástica artística se protegem contra vírus da zika  (Foto: Reprodução/ Facebook)
Chinesa faz pose ao mostrar cama toda cercada em uma rede social (Foto: Reprodução/ Facebook)

Fonte: GloboEsporte.com Rio de Janeiro 

Curta Nossa Página no Facebook - Clique na Imagem