Publicidade
Publicidade
Publicidade 350x190
Publicidade 350x190

quinta-feira, 9 de julho de 2015

Governo de RO começa a pagar R$ 290 milhões de salário e 13º a partir do dia 15

Compartilhar Notícia no Twitter e Facebook


Porto Velho - Entre a próxima quarta-feira, 15, e dia 24, a economia rondoniense vai receber um aporte de mais de R$ 290 milhões, com o pagamento da primeira parcela do 13º salário e pagamento dos salários do mês de julho dos servidores públicos. A informação é do auditor fiscal Wagner Garcia de Freitas, titular da Secretaria de Finanças de Rondônia (Sefin), que garantiu que os R$ 90 milhões do 13º já está sendo processado pelo Banco do Brasil para pagamento na quarta-feira.

No comércio local há uma expectativa positiva generalizada, e a opinião corrente é de que haverá uma melhoria considerável nas vendas.

Para o economista Tomás Feitosa, empresário do setor de alimentação, a economia relativa ao comércio local ainda é movida pelos recursos da folha de pagamento dos servidores e apenas o anúncio de sua libração, já é motivo de grande movimento. “Esperamos para a próxima quarta-feira, sinceramente, um superaquecimento das vendas, que vai refletir bem na economia estadual”, disse.

Muito conhecido da maioria dos servidores públicos, o Supermercado Casa Aragão, em Porto Velho, também aposta na melhoria das vendas. Segundo sua gerente, Tatiane Teles Moreira (foto), há uma expectativa de aumento de mais de 40% nas vendas neste período.

A Casa Aragão mantém um sistema de cadastro de milhares de servidores públicos, a quem disponibiliza um crédito mensal, “um fiado” para compras, uma estratégia comercial de via dupla – aquece as vendas e facilita a vida do servidor que necessita.

O secretário Wagner Garcia fez lembrar que poder antecipar o 13º salário dos servidores é uma medida que exige grande esforço Governo e de seu sistema de arrecadação. Ele citou o momento de crise da economia global e do Brasil especialmente, fazendo um paralelo com a situação do Estado de Rondônia.

Segundo ele, mesmo diante da situação de crise que atinge praticamente todos os setores da economia do País, Rondônia vem passando ao largo desta crise, apresentando um crescimento gradativo de sua economia. Em junho, por exemplo, a arrecadação de receitas próprias foi de R$ 321 milhões, indicando um crescimento da ordem de 9,41% no mês. Neste dado da Sefin não são contabilizados os recursos das transferências constitucionais e legais, como do Fundo do Participação do Estado (FPE), entre outros.

Fonte: Texto Cleuber R Pereira
Decom - Governo de Rondônia

Curta Nossa Página no Facebook - Clique na Imagem